” Não ter cabelo não se trata de uma atitude bestial de mera exclusividade ou diferenciação da parte das mulheres que tomam essa corajosa atitude. Normalmente as mulheres sem os longos fios, são vistas pelos tais “bem informados”, aliás precursores da intolerância burra por parte do pouco raciocinio e da pouca percepção da beleza (e dotados de minima sensibilidade para compreendê-la), como uma pessoa no minimo transtornada.
Uma mulher sem cabelo hoje em dia é vista como o pequeno índio sem prepúcio andando numa grande avenida urbana, ou como um aborigene que abandona sua oca para comprar um apartamento. “Que isso tudo fique nas telas do discovery channel” ou coisa parecida, é a idéia que supostamente deveria passar na mente dos insensíveis a beleza da nua cabeça humana. Não podemos fazer muita coisa com quem não quer enxergar. Mas que cada vez mais possamos ver mulheres, não digo nem corajosas, pois acredito que é preciso de muita coragem pra encarar todos os dias, 35 centímetros de cabelo insistentemente “horríveis”(termo usado, segundo as portadoras do comprimento capilar) todos os dias de manhã. Basta perceber a natureza, e ver quão lindo é um ser humano sem longos cabelos: Um bebê. O estado mais primitivo de um ser humano. O inevitável olhar diante de um bebê: extraordinariamente fascinante diante de qualquer king kong. O problema é que infelizemente muitas pessoas são mais grotescas e insensíveis do que o grande e famoso gorila.
Mulheres com cabelos não perdem sua beleza. Mas mulheres sem cabelos com certeza retratam com muito mais originalidade a força do mundo feminino.
Mulheres sem cabelos são lindas SIM. Mas espero um dia poder ver mais cabeças do que cabelos quando sair de casa… Porque ja encheu o saco o monte de cabelo dessa mulherada. Minha proxima namorada NÃO terá cabelo, ja escrevi debaixo do meu travesseiro.”

Este texto maravilhoso foi retirado da comunidade “Mulheres de cabelo raspado” no Orkut e é de autoria do Caio.
Pra mim isso resume bem a minha situação atual … uma índia sem tribo numa metrópole.