SEXO, GRANOLA E ROCK

Faça-você-mesmo sua vida (Do-it-yourself your life)

Paulo Sérgio – Não Creio em Mais Nada

Essa música tem uma letra tão profunda que muitos  confundem-na como “depressiva”.
Aqui no Brasil todos nós aprendemos que quanto mais alegres (vulgo felicidade histérica) melhores nos tornamos. E quando surge uma situação como o de Santa Maria, todos se chocam mas voltam rapidinho para a cerveja, carnaval e BBB para não verem ou assumir o seu lado sombra – tornando-se uma bela depressão. Não é a toa que no Brasil terapias não funcionem bem: Tristeza e Introspecção são os piores pecados brasileiros.

Mas quem nunca se sentiu assim, perdido, sem saber aonde seguir?… um cansaço da vida que está, querendo que este “karma do fracasso” chegue ao fim, mas sem saber como modificar.

Estou um pouco assim ultimamente.  uma perda de fé das coisas que queria ou dos planos que fiz.
Não é um desejo morte, mas de que apenas veja novo desfecho.
Situações diferentes, não sei bem.
Desgosto do mundo que criei.
Querendo mudar algo dentro de mim mas sem saber por onde começar.

Não consigo descrever com palavras, então deixo essa bela melodia na voz do ótimo cantor Paulo Sérgio para refletir.

Não sei o que faço, a minha vida é uma luta sem fim,
Me sinto no espaço, o tempo todo a procura de mim,
Há dias na vida, que a gente pensa que não vai conseguir,
Que é bem melhor deixar de tudo e fugir
Que outro mundo tudo vai resolver.

Não sei o que faço, se volto agora ou continuo a seguir,
Eu sinto cansaço e já não sei se vale a pena insistir,
Há dias na vida que a gente pensa que não vai conseguir,
Que é bem melhor deixar de tudo e fugir,
Que outro mundo tudo vai resolver.

Não creio em mais nada, já me perdi na estrada,
Já não procuro carinho, me acostumei na caminhada sozinho,
A vida toda só pisei em espinho, ja descobri que o meu destino é sofrer.

Há dias na vida que a gente pensa que não vai conseguir,
Que é bem melhor deixar de tudo e fugir,
Que outro mundo tudo vai resolver.
Não creio em mais nada, já me perdi na estrada,
Já não procuro carinho, me acostumei na caminhada sozinho,
A vida toda só pisei em espinho, ja descobri que o meu destino é sofrer.

Não creio em mais nada, me acostumei na caminhada sozinho,
A vida toda só pisei em espinho, ja descobri que o meu destino é sofrer.

2 Comments

  1. Muito bacana resgatar músicas antigas, faz pouco tempo que sigo seu blog, mais estou gostando. Diga que nós seres humanos temos uma insatisfação grande, cada um com a sua! Abração!

    • Oi Fábio, seja bem-vindo ao SGR!

      Acredito que música boa não tem estilo nem época, e o Paulo Sérgio com certeza é um cantor/músico maravilhoso!

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

*

* Copy This Password *

* Type Or Paste Password Here *

26.051 Spam Comments Blocked so far by Spam Free Wordpress

%d blogueiros gostam disto: