SEXO, GRANOLA E ROCK

Faça-você-mesmo sua vida (Do-it-yourself your life)

Category: MÚSICA (page 1 of 4)

Dicas dos mais variados tipos musicais.

Animação explica Conflito entre Israel e Palestina

Israel e Palestina

Esse bela animação (artisticamente falando) tenta mostrar de forma simples, porém impactante, a história de Israel/Palestina e suas constantes “guerras Santas”. No Hypeness tem maiores detalhes sobre cada um dos personagens.

Na explicação do vídeo tem maiores detalhes, como esse pequeno trecho:

“(…) Essa música “Essa Terra é Minha” (This Land is Mine) foi criada por Ernest Gold e Pat Boone para o filme Exodus. O filme ficou conhecido por ser a favor de Israel e ter até influenciado os Estados Unidos a apoiá-los. Isso torna essa animação ainda mais irônica, mostrando um lado que o filme tentou esconder”.

Animação de Nina Paley. Legendado por Videosvirais.com.br.

Enquanto isso, oremos pelo povo palestino e pela Paz entre Israel e Palestina . #Peace

SYLVIE VARTAN: Ballade pour une fugue (Legendado PT-BR)

Tradução dessa canção maravilhosa da igualmente maravilhosa cantora Sylvie Vartan.

Site com informações para os fãs brasileiros: http://super-sylvie.blogspot.com.br/

PS: Meu francês é bem básico, então, casa haja algum erro, por favor avise para que possa corrigir.

Tradução e Legendas: Dianah B
Revisão: Nanci Tgo L.

Todos os direitos reservados a cantora Sylvie Vartan.
Curta e se Inscreva no canal!

SOUND + VISION – Artes Visuais e Música II


Continuando a saga dos videoclipes com o Assunto Desenhos/ Animação.


Eason Chan – Naked: Clipe  poético, criativo e espetacular! Apenas observe e curta essa canção de Eason Chan, famosos cantor de Hong Kong.


dEUS- Keep you close:  Às vezes clip com uma simples idéia bem executada vale mais que algo repleto de efeitos especiais (Transformers?). Enfim, clipe bacanudo da belga dEUS, mostrando sutil intimidade entre o desenhista e sua musa inspiradora.


A-Ha – Take On Me: Clássico absoluto dos anos 80, esse clipe ainda é atual com sua técnica de animação. (Às vezes vejo o mundo dessa forma, com traços de grafite.)


David Bowie – Underground: Tinha que estar aqui na lista né? Além de ser o meu filme favorito, com uma trilha sonora fuderenga, ainda  tem esse clipe divertido.


Peter, Bjorn & John – Young Folks: Duvido ouvir essa música e não assoviar a melodia. E acho bonitinho a animação do clipe. 🙂


Jessica Rabbit – Why Don’t You Do Right?: Nem preciso dizer o porque desse clipe né? Ela é o protótipo feminino que quase todos os homens desejam (os animadores que a criaram, pelo menos). Até hoje considero o melhor filme com de humanos interagindo com animação. E, aonde mais conseguiríamos ver os personagens da Warner e da Disney juntos?

Incubus – Drive: Sinceridade? Nem ouvi a música direito, só peguei pelo clipe e o traço do desenho (depois ouço com mais calma). Similar ao clipe do A-ha mais “muderninho”, Gostei!

Dog Ears – The Howling

Dog Ears - So it goesRecomendo comprar o álbum digital, DOG EARS – SO IT GOES, é um ótimo trabalho!
(I recomend buy the digital album,DOG EARS – SO IT GOES, it’s a great work!)

Estou viciada nesta música. Ela tem um significado tão profundo para mim. Não sei bem porque, só sei que toca minha alma. Abaixo a tradução da letra.
I’m addicted to this song. It has such a deep meaning for me. I don’t know exactly why, i just know that touches my soul.

O Uivo

Quando ela uiva e aperta meus ossos, tremendo.
Fria. Ela segura minhas pernas para cessar o movimento.
Deitado no caminho que escolhi tomar,
Eu viro minha cabeça para ver a escolha que fiz.

Salve o show novamente, para mim, eu perdi o contato.
E eu ainda estou chocado que você tenha acreditado tanto em mim.
Apenas me diga quando chegarmos lá, eu irei fechar os olhos.
E aconteça o que acontecer, o lugar não irá me surpreender.

Você vai ver.
Você vai ver.

Paredes, elas chamam-me para contar um conto.
De quem estava aqui antes, e como eles caíram.
Existe um mundo sem o amor de você?
Não me deixe ficar sozinho, eu imploro.
Eu canto por favor.
Eu canto por favor.

Tentei cantar versão acapella – não ficou muito legal porque é difícil ‘transformar’ uma música com voz masculina para o meu timbre de voz.
I tried to sing this acappella version – not very good, because it’s hard for me to change a male singer’s song for my own voice.

Engov Emocional: Steve Martin

L.A. Story steve martinSem querer ser “esquisotérica”, mas a Enya foi a única que conseguiu me trazer um pouco de Paz com essa canção agridoce . Não sei bem porquê, mas justo a música mais triste dela me animou.
Minha relação com a Enya tem altos e baixos. Quando comecei minha jornada espiritual, ouvia tanto música da Enya nas palestras new age que acabei criando ódio mortal por ela.
Igual quando trabalhava com churros recheados de doce de leite. No começo é legal, mas 4 anos depois, não podia ouvir a palavra “doce de leite” que me enjoava.

Bom, vou tentar dar uma chance para a Enya. O doce de leite nem adianta, só versão de soja  em doses moderadas.

Voltando ao tema de voltar a ter paz de Espírito, estamos tentando mudar o emocional para algo mais saudável já que a raiva  que passei nessas últimas semanas me deixou numa ressaca Emocional fudida. Resolvi usar o Engov emocional perfeito: Oração e comédias.

E o Guru da vez é o Steve Martin. Vejo os filmes dele desde que era pequena criança. Tem vários, mas O PANACA ainda é o meu favorito. Deus, ele é o perfeito idiota. Só de lembrar a frase “eu nasci um menino pobre e negro…” começo a rir.
Mas resolvemos rever o L.A. Story. É uma comédia romântica surreal sobre Los Angeles e as energias cósmicas que atraem as pessoas.
Vendo a cena que toca essa tal música da Enya que comentei, me fez perceber que o Steve Martin, além de ser um dos melhores comediantes americanos, possui um lado místico e romântico.
Além de ser imortal, já que não envelhece, apenas fica com o cabelo mais branco.
E que ele era bonitão no início de carreira.

Young Steve Martin A trilha sonora desse post abaixo.

David Bowie – The Next Day

David Bowie - The next dayEssas 2 semanas foram tão profundas emocionalmente que o blog ficou “fechado para reformas”.
Novo template, e novidades ainda essa semana.

 Uma situação injusta aconteceu e francamente, não sei bem o que fazer. Enquanto medito sobre isso (e rezo pra retirar o veneno do ódio em meu corpo), deixo aqui o novo e polêmico clipe do David Bowie.

Não achei nada demais, qualquer coisa que acabe com a imagem da igreja cristã é diversão garantida. Que posso fazer? Blasfêmia é meu 2º nome.

O que tenho notado no Sr. Bowie é que ele voltou com o botão FODA-SE ligado. Como aquele antigo profeta uma vez disse: “Não vim trazer a paz, mas a espada“.
Ah, e a Igreja disse algo sobre ele. Bom, como se ela tivesse algo importante a dizer. Abaixo, a tradução da letra.

The Next Day (O Dia Seguinte)

Olhe em meus olhos, ele diz a ela
Eu vou dizer adeus, ele diz
Não chore, ela implora sua despedida
Todo aquele dia ela pensa no amor dele
Eles chicoteiam-o pelas ruas e becos
A burrice e a multidão aos gritos bem ali
Eles não enjoam daquela canção do fim do mundo
Eles não enjoam daquilo tudo

Ouça!

Ouça as prostitutas, ele diz a ela
Ele molda esculturas de papel deles
E então arrasta eles para o banco do rio no carrinho
Seus corpos encharcados de papel lavam na terra no escuro
E o padre preso no ódio agora exigindo que a diversão comece
De suas mulheres vestidas como homens para o prazer daquele padre


(Refrão)

Aqui estou eu
Não exatamente morrendo
Meu corpo foi embora para apodrecer numa árvore oca
Seus ramos lançando sombras
Nas forcas para mim
E no dia seguinte
E o próximo
E outro dia

Ignorando a dor de suas doenças específicas
Eles perseguem-no pelas ruas, perseguem seus passos
Eles arrastam-o pelo lodo e cantam pela sua morte
E arrastam-o para os pés do padre de cabeça roxa

Primeiro eles te dão tudo o que você quer
Então eles levam de volta tudo o que você tem
Eles vivem em seus pés e eles morrem de joelhos
Eles podem trabalhar com satanás, enquanto eles se vestem como os santos
Eles sabem que Deus existe porque o diabo os disse isso
Eles gritam o meu nome em voz alta no poço

Aqui estou eu
Não é bem morrer
Meu corpo foi embora para apodrecer numa árvore oca
Seus ramos lançando sombras
Nas forcas para mim, e no dia seguinte
E o próximo
E outro dia

SOUND + VISION – Artes Visuais e Música

Clique na imagem acima para comprar esse pôsters (click on the image above to buy this poster).

Hoje mostrarei alguns dos meu clipes favoritos que envolvam Artes visuais. A lista é muito grande, então dividi em 2 posts.

Charles Aznavour – La Bohème – Legendado):  O hino dos artistas boêmios! Quem ouve isso lembra imediatamente um artista bigodudo com um longo avental sujo de tinta, pé-rapado com apenas uns trocados no bolso e enchendo a cara de absinto. A melodia é linda mas, francamente, nós artistas precisamos mudar essa mentalidade de que “arte e dinheiro não combinam“.


Paulo Sérgio – La Bohême (versão Brasileira): Uma bela homenagem do clássico francês na voz desse cantor esquecido da MPB. Ouso dizer que prefiro essa versão do que a francesa.


R.E.M – Losing my Religion: Esse clipe é o meu xodó! Já contei em outro post porque essa música significa tanto para mim, mas aqui irei descrever apenas a parte estética que o diretor Tarsem usou. Parece uma pintura em movimento. É como se estivéssemos dentro das pinturas clássicas – fora a fotografia que é belíssima.


Legião Urbana – Acrilic on Canvas: Admito que essa melodia me irrita. Gosto pessoal mesmo, acho que falta uma magia, sei lá. Não sinto que combine com a letra, essa sim é uma verdadeira poesia, mostrando o talento do Renato Russo com as palavras.


David Bowie – Look Back in Anger: O camaleão fazendo sua versão do Retrato de Dorian Gray. Ok, os ‘defeitos especiais’ são precários mas o que vale é a intenção ;).
E sempre que ouço essa música lembro da cena de perseguição no shopping do filme “Eu, Christiane F. – 13 anos, drogada e prostituída…” . , apesar de tocar o Heroes.


Gotye – Somebody That I Used To Know (feat. Kimbra): Não precisa de explicações, afinal essa música ficou famosíssima. muitos parodiaram esse clipe, mas convenhamos, a idéia é legal. Imagino o tempo que eles esperaram serem pintados e passando frio.


Hold Your Horses ! – 70 Million: Esse clipe é très fantastique! Essa banda francesa e a equipe do vídeo mostram que os quadros clássicos não são artes estáticas no Museu, mas algo vivo, que faz parte de nossas vidas diárias.

DAVE – Vídeo homenageia carreira de David Bowie

bowie-DAVE-RSWX A dupla belga electroindie 2ManyDJs  e a rádio belga Soulwax  criaram uma das mais belas homenagens que já vi para o nosso querido camaleão do Rock.
Este vídeo maravilhoso conta um pouco da trajetória musical dele nas décadas de 70 e 80 (encontrei a lista abaixo no site do Folha FM 102,1).
Não é simplesmente um remix com os maiores sucessos, mas uma perfeita junção de arte visual, filme e música. Muito SOUND + VISION.

Dave_png_630x743_q85Um ótimo presente para os antigos admiradores e uma boa introdução para os futuros fãs. Depois de ver esse vídeo só digo isso:

DAVID BOWIE PARA PAPA!

Sem mais. Abaixo a Lista das músicas de “Dave”:

01. David Bowie – Fame
02. David Bowie – Starman
03. David Bowie – Always Crashing In The Same Car
04. David Bowie – Sound And Vision
05. Iggy Pop – Sister Midnight
06. David Bowie – Red Money
07. David Bowie – Golden Years (Soulwax Remix)
08. David Bowie – Fashion
09. David Bowie – DJ (I liked this segue too)
10. David Bowie – Let’s Dance (Soulwax Edit)
11. David Bowie – Never Let Me Down (Soulwax Edit)
12. David Bowie – TVC 15
13. David Bowie – Changes
14. Queen Feat. David Bowie – Under Pressure
15. David Bowie – Heroes / Héros / Heiden
16. David Bowie – Absolute Beginners
17. David Bowie – 1984
18. Lulu – The Man Who Sold The World
19. Lou Reed – Vicious
20. David Bowie – Boys Keep Swinging
21. David Bowie – Blue Jean
22. Iggy Pop – China Girl
23. David Bowie – Ashes To Ashes
24. David Bowie – Speed Of Life (“Stage” version)
(segue: David Bowie – Diamond Dogs)
25. David Bowie – Rebel Rebel (Soulwax Edit)
26. David Bowie – Kooks
27. David Bowie & Brian Eno – Look Back In Anger
28. David Bowie – The Jean Genie
29. David Bowie – Space Oddity / Ragazzo solo, ragazza sola
30. David Bowie – Queen Bitch
31. David Bowie – Chilly Down / Warszawa
32. David Bowie – Five Years
33. David Bowie – Ziggy Stardust
34. David Bowie – Young Americans
35. Mott the Hoople – All The Young Dudes

David Bowie – The Stars (Are Out Tonight)

 

bowie Revista Q

Vamos ver. Nesse novo clipe (thanks Débora Goya por me mostrar essa novidade!) temos:

  • 4 andróginos (David Bowie, Tilda Swinton, Andrej Pejic, Saskia de Brauw). Checado.
  • Bowie beijando outro homem. Checado.
  • Fotos do filme O HOMEM QUE CAIU NA TERRA. Checado.
  • Som estilo “Bowie Clássico”. Checado.
  • Casal do subúrbio sendo atacado por imagens andróginas alienígenas. Checado.
    Pontuação geral: nota 10!

E assim minha semana começa. TOTALMENTE GLAMROCK!

DESTINO – Salvador Dali e Walt Disney

Imagem retirada do blog Mol-TaGGe arte e cultura

 Não conhecia esse projeto mas novamente por uma “coincidência virtual” achei no Youtube. E nunca imaginaria ver Dali e Disney juntos! E ficou magnífico, amor a primeira vista! Abaixo um resumo sobre o curta-metragem:

“Entre 1945 e 1946, Walt Disney contratou Salvador Dalí para a elaboração de um curta-metragem baseado na música Destino do compositor mexicano Armando Domínguez (cantada por Dora Luz). O trabalho do pintor catalão era preparar uma seqüência combinando animação com dançarinos ao vivo e efeitos especiais para um filme no mesmo formato de Fantasia.
Oito meses depois do início do projeto, Disney descontinuou o projeto por questões financeiras (outros alegam que foi devido a divergências artísticas entre Dali e Disney).

Somente 58 depois, o neto de Walt, Roy Edward Disney,  encontrou o material e resolveu finalizar o projeto, convidando o estúdio parisiense da Disney e 25 animadoreso sob a direção Dominique Monfréy, usando os storyboards de Dalí e John Hench. John, que iniciou no projeto em 1945 como desenhista e era profundo conhecedor dos storyboards, orientou a equipe de animação.

Dalí definiu o projeto como “uma exposição mágica da problemática da vida no labirinto do tempo”, e Walt Disney o descreveu como “uma história simples sobre uma garota em busca do amor verdadeiro”.

O video conta a história de Chronos (a personificação do tempo na mitologia grega) e sua incapacidade de amar uma mulher mortal.

Foi premiado como Melhor Curta nos festivais de Melbourne e Rhode Island Internacional e concorreu ao Oscar e 2003 como Melhor Curta de Animação.”

Bom, chega de explicações. Abaixo o curta completo.

Older posts
%d blogueiros gostam disto: